Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu eu num blog

O meu eu num blog

Sobre Casamentos....

Estar Casada não é fácil, aquela velha máxima que estar casada é que é bom e normal, é uma treta, o casamento tem de ser sempre encarado como opção e não como obrigação, e é um acordo muito muito difícil, porque nem sempre temos paciência, nem sempre estamos para ali virados, nem sempre temos vontade de levar com o feitio do outro.

Fazer planos e caminhar a dois é muito bom, mas muito difícil também, e as dicas do "vamos fazer tudo em conjunto, combinar uma noite de data regular, priorizar a comunicação, praticar jogos de sexo, procurar um terapeuta, receber flores todas as semanas ou cozinhar a comida preferida, são porreiras mas não passam de teoria porque na prática todos sabemos que não valem nada, quando se chega ao ponto de conflito só a vontade pode alterar alguma coisa.

Mas, existem truques que eu considero que ajudam, e não funcionam sempre mas, de vez em quando têm realmente o efeito de salvar inundações.

 

  • Muitos , como no meu caso têm rituais noturnos desencontrados, enquanto um procura ir para a cama cedo, o outro gosta de dormitar no sofá, é porreiro quando por iniciativa de um ou outro conseguimos antes de dormir conversar um pouco, falar do dia, das crianças, do jantar, de sentimentos, de qualquer coisa, mas sem tocar em temas críticos que normalmente acabam em discussão, afinal sabemos bem o que mexe com o outro, podemos perfeitamente evitar esses temas, sabe bem e é muito mais aconchegante do que o simples "até amanhã"

 

  • Deixe as coisas arrefecerem...o mote mais difícil para mim , quando se compartilha a vida com alguém, sabemos ver quando se está feliz, com sono, de bom humor, doente, stressado, há horas certas para falar, devemos tentar ser convenientes e não escalar numa discussão, o melhor é esperar, dormir, deixar passar um tempo, de manhã tudo parece menos complicado, juro!

 

  • Seja educado. Termos o hábito de pedir por favor e agradecer faz toda a diferença. Os elogios são fundamentais, um sorriso quando chegamos , um olhar mais atrevido sem hora marcada, são pormenores que vão alimentando a cumplicidade.

 

  • Experimente coisas novas. Planear e surpreender com uma atividade nova pode ser extremamente divertido e esses momentos a dois, deixam memorias que sustentam a relação. Também é importante de vez em quando tirar um dia só para nós de pura independência, nesse período recarregamos e damos pela falta do outro...não é bom?

 

  • No meio de uma discussão, existe um travão que funciona sempre, uma palavra ,"amo-te", mesmo que, nesse momento, essas palavras sejam as mais difíceis, porque estás brava, vai estabilizar a ira dos dois porque vai fazer lembrar  o fundamental.

 

  • Não há melhor que combinar jantar, mas em vez de se encontrarem em casa , encontrarem-se no restaurante . È fantástico e diferente acreditem , ora analisem os dois cenários:

Cenário 1 em casa; ele corre, vestem-se frente a frente, partilham o WC, escovam os dentes lado a lado, as palavras usadas são : "posso passar?, onde esta o desodorizante?, a minha camisa esta amarrotada?, vou fazer xixi"


Cenário 2 no restaurante: Ao abrir a porta sente-se a emoção secreta de uma sala movimentada. Borboletas no estômago, o olhar percorre as mesas, ali está ...está ali o meu homem. O sorriso e o beijo apaixonado, humm.

Estes encontros leva de volta aos dias de namoro e estabelece uma onda romântica para o resto da noite.

 

 

PS;

As desculpas devem ser pedidas sempre depois de um longo beijo, encaixam diferente.

 

casamento-blog-debora-martins.jpg

 

Blogs Portugal