Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu eu num blog

O meu eu num blog

Paris - Dia 1

Madrugámos e às 5 da manhã já estávamos de pé para preparar as malas, como sempre deixamos ficar esta tarefa para a ultima da hora.

5.jpg

Eram 11.00 quando levantámos voo rumo á cidade das luzes.

Chegámos a Orly às 14.30 e pedimos um táxi para o centro de Paris, sabíamos que a taxa era fixa e isso descansou-nos.

Foi fantástico o primeiro impacto com a cidade, Paris é uma cidade enorme, cheia de vida e muito versátil, Não é a toa que é a cidade mais visitada do mundo! Ela espalha-se pelas duas margens do rio Sena e hotéis não faltam. a nossa reserva foi no Hotel “Le Six” (aqui) no centro do bairro latino bem no coração de Paris a 5 minutos a pé dos Jardins de Luxemburgo e da Estação de Metro Notre-Dame-des-Champs.

facade-05-paris-le-six-hotel-panorama.jpg

19682_114_z.jpg

36583_le-six_.jpg

15902616_1384666061575350_1864873949_o.jpg

 

A nossa primeira refeição foi no “la rotonde”  (aqui), uma brasserie mítica de 1911 do bairro de Montparnasse. 

la-rotonde-3.jpg

  

De seguida exploramos a pé aquela zona até Saint-Germain-des-prés, um dos bairros mais queridos, um lugar apaixonante, impossível resistir às suas ruas charmosas e elegantes, aos seus restaurantes, aos seus jardins, e claro à sua história. Foi um bairro boémio, que atraiu nas décadas de 30, 40 e 50 muitos americanos e outros estrangeiros. Foram muitos os expatriados famosos que moraram aqui, ou que frequentavam os cafés e livrarias locais, juntamente com os redutos do Quartier Latin. Saint-Germain é o nome dado à região que fica em volta do Boulevard Saint-Germain, nos bairros 6 e 7 de Paris, entre o rio Sena e o Jardim de Luxembourg.

Trata-se de uma das regiões parisienses mais conhecidas pelos turistas. Mesmo quem nunca veio a Paris a conhece, graças a filmes e livros clássicos como o Meia-Noite em Paris de Woody Allen e Paris é uma Festa de Hemingway.

 

58231-23431_0_0_1288_577_1288_577.jpg

  

De volta ao Hotel, tomámos um banho e chamámos um táxi que nos iria levar a jantar no 58 Tour Eiffel Restaurant. (aqui)  

Visitar a Torre Eiffel é uma daquelas coisas que eu acho super importantes na primeira visita a Paris, por isso tínhamos de ir.

Como chegámos cedo tivemos tempo de dar uma volta pelo 1º andar da torre, onde está localizado o restaurante e visitar a loja de souvenirs.

À entrada, uma menina mostra-nos a mesa onde podemos desfrutar de um menu sofisticado e elegante com atendimento de qualidade.

torreeiffel1-724x483.jpg

IMG_1513(1).JPG

 

 

 

 

 

 

Blogs Portugal